Sábado com muito movimento e vacinação ampliada

Vacinação foi ampliada para 55 anos na manhã deste sábado

Compartilhe:

Foto: Fom Conradi

Neste sábado (05), foi aberta a vacinação para pessoas com 58 anos, porém, após a baixa procura, foi ampliada a faixa etária para 55 anos. Após a ampliação, o movimento aumentou a ponto de a fila ir além do Hospital Infantil e Materno Seara do Bem.

Até às 13h, mais de 600 lageanos foram em busca da primeira dose do imunizante. Uma dessas pessoas foi a moradora do bairro Sagrado, Maria Tomacheski de 56 anos, primeira pessoa abaixo dos 58 anos a ser vacinada neste sábado. Ela diz que após ouvir no rádio que a idade havia sido ampliada, saiu correndo de casa para se dirigir ao drive thru, emocionada ela relata. “Quando ouvi no rádio que baixou a idade, fiquei emocionada e disse que havia chegado minha hora, estou muito emocionada. Antes de ter tomado a primeira dose, me sentia muito angustiada e rezando para que chegasse minha vez logo. Agora estou aguardando minha segunda dose”. Ela finaliza pedindo para a população vir vacinar.

O Drive Thru do parque Conta Dinheiro fica aberto até às 17h deste sábado (05) para pessoas com 55 anos ou mais, comorbidades 18+, gestantes e puérperas com comorbidades 18+, profissionais da educação, profissionais da segurança pública e salvamento.

Com lágrimas nos olhos, a professora do curso de jornalismo da Uniplac e também repórter Eduarda Demeneck, conta emocionada sobre o que sentiu ao receber a primeira dose do imunizante conta o coronavírus. “Meu sentimento agora é de alívio em saber que agora eu consegui receber a primeira dose por ser professora do ensino superior no curso de jornalismo da Uniplac, e estou muito contente pela faixa etária ter sido baixada, para que mais pessoas tenham acesso a essa vacina. Enquanto eu aguardava na fila do drive, eu começava a pensar em tudo que passamos, todo o sofrimento que vimos e ainda vemos durante essa pandemia e em quantas pessoas não tiveram essa oportunidade e agora temos essa oportunidade. Eu me emociono, pois minha mãe que também é professora já recebeu a primeira dose. Então torço para que a vacina chegue para todo mundo e o quanto antes, para que todos sintam essa sensação de alívio e que no fim do ano possamos estar comemorando”. Finaliza Eduarda.

Texto e Fotos: Fom ConradiF